Spcine - Investimento em Desenvolvimento de Projetos em Coprodução com Canadá - 2016

marcar eventos listados desmarcar eventos listados

tornar rascunho publicar
{{data.processingText}}
{{numSelectedEvents}} {{numSelectedEvents == 1 ? 'evento selecionado' : 'eventos selecionados' }}
Inscrições abertas de 06/07/2016 a 06/09/2016 às 23:59 .
Inscrições online

Fundo de R$200.000,00 para TV e Componentes Digitais (Web, Realidade Virtual e Games), irá selecionar de 3 a 6 projetos.
Para poder fazer a inscrição, o proponente precisa já apresentar um contrato com um parceiro canadense e o orçamento do desenvolvimento.
A Spcine financiará exclusivamente a parte paulista do projeto, tornando-se sócia, já que se trata de um edital reembolsável.

Site: https://spcine.wordpress.com/ https://spcine.wordpress.com/

Descrição

OBJETIVO:
O edital visa estabelecer pontes permanentes de diálogo entre o produtor paulista e o produtor canadense, facilitando a circulação das obras, assim como a inserção do produtor brasileiro no mercado internacional e a consequente melhoria das performances comerciais destas produções, verdadeiramente desenvolvidas numa lógica binacional.

ELEGIBILIDADE:
As coproduções devem ser com o Canada, podendo haver um terceiro país coprodutor que não aporte mais recursos que o próprio Canadá ou o Brasil.
No ato da inscrição a proponente deve:
1) Apresentar o orçamento total do desenvolvimento indicando quais são os custos que serão pagos pela proponente e quais ficam a cargo da produtora canadense.
2) Apresentar o contrato com a produtora canadense indicando a porcentagem de direitos de comercialização pertencentes a cada parte.
3) É possível ter um terceiro país envolvido no arranjo, desde que a participação seja entre 10% e 20% do orçamento.

TERMO DE PARCERIA:
A Spcine vai aportar R$100.000,00 em projetos de TV e R$100.000,00 em projetos de Games, Realidade Virtual e Conteúdo Online. O valor de investimento da Spcine estabelecidos nas linhas citadas poderão ser alterados, caso seja identificada escassez ou excesso de demanda por linha de investimento.
A Spcine financia apenas a parte brasileira do projeto, sendo a CMF a entidade responsável por disciplinar a relação no Canadá.
A porcentagem financiada por cada parte é também a porcentagem dos direitos sobre a comercialização da obra. Ou seja, se o produtor brasileiro/Spcine financiam 40% do orçamento do desenvolvimento, esta parte brasileira terá direito a 40% dos direitos de comercialização do produto final. Caso haja uma propriedade intelectual previamente existente envolvida no projeto de desenvolvimento, ela não poderá valer mais que 15% na composição dos direitos de comercialização.
Por exemplo: Se o produtor brasileiro/Spcine entram com 40% do orçamento de desenvolvimento, teriam 40% dos direitos de comercialização do produto final, mas se a obra desenvolvida é sobre uma propriedade intelectual do produtor canadense, o produtor brasileiro/Spcine aceitam que esta propriedade intelectual possa valer no máximo 15% dos direitos de comercialização da obra, reduzindo assim a porcentagem dos direitos brasileiros de 40% para até 25%.
A Spcine mantém, mesmo após pagamento do reembolso, uma participação segundo a fórmula abaixo, tanto para a obra em si cofinanciada, quanto para todas aquelas que porventura venham a ser criadas usando o mesmo universo da obra codesenvolvida, além de todos os licenciamentos relacionados, independente do território e já a partir da data da inscrição do projeto neste edital até 7 anos após a primeira aparição comercial (exibição da TV, disponibilização em site, disponibilização em plataforma de games paga ou não)
Até o retorno do valor não atualizado do investimento da Spcine, a participação da Spcine na RLP (Renda Líquida do Produtor) será:

80% x Valor Investido pela Spcine/Total de Itens Financiáveis

Após o retorno do valor total não atualizado do investimento da Spcine, a participação da Spcine na RLP (Renda Líquida do Produtor) será:

40% x Valor Investido pela Spcine/Total de Itens Financiáveis

A contribuição brasileira para cada projeto de Componente Digital será feita de forma retornável sobre a parte brasileira do projeto. Spcine terá o direito, se o projeto vier a ser produzido, da maneira como foi planejada inicialmente ou em qualquer outro formato audiovisual de ter participação equitativa de 5% até na Renda Líquida do Desenvolvedor durante 1 (um) ano.
O produtor quando completar 50% do orçamento de produção, deve enviar a Spcine obrigatoriamente um aviso para que a Spcine avalie se tem interesse em se tornar sócia do projeto, completando o orçamento de produção com no mínimo 20%.
Os recursos apresentados no orçamento, referentes ao produtor brasileiro e financiados pela Spcine, só podem ser gastos no prazo entre a inscrição do projeto neste edital e o início da fase de produção.
É obrigatória a entrega dos resultados do desenvolvimento (bíblia do projeto), 12 meses após o pagamento Spcine, com possível prorrogação em casos de problemas graves comprovados e informados por escrito a Spcine. A Spcine pode não aceitar a prorrogação do prazo, o que implica na devolução dos valores investidos.

PROCESSO SELETIVO:
Uma comissão avaliadora interna da própria Spcine e do Canada Media Fund será responsável por selecionar os projetos. Os projetos serão avaliados de acordo com:

Valor Cultural
Originalidade e criatividade da proposta.
Mistura da cultura brasileira e canadense ou conceitos comunitários de maneira que empenhe as audiências de ambos os territórios e além deles.

Histórico do proponente e Público Alvo
Histórico, experiência e conquistas da equipe criativa.
Histórico, experiência e conquistas da produtora.

Formato
Fazer parte de um projeto transmídia para projetos de Componente Digital. E fazer parte de um projeto transmídia, animação ou série para projetos de TV.

Viabilidade do Projeto
Viabilidade do desenvolvimento do plano financeiro no prazo estipulado.

Utilize este espaço caso queira abrir inscrições para Agentes Culturais cadastrados na plataforma.

Introdução

Crie um texto de introdução.

1) Antes de começar sua inscrição, sugerimos que você leia o REGULAMENTO, os ANEXOS e o EDITAL do Programa de Investimento em Projetos de Desenvolvimento em Regime de Coprodução com Canada Media Fund

Está com dúvidas sobre como se inscrever? Fique tranquilo. Elaboramos um MANUAL DE INSTRUÇÕES com o passo-a-passo de como fazer a inscrição de seu projeto pelo SPCULTURA.

Todos os arquivos estão disponíveis para download na coluna aqui ao lado ------------------>

Continua com dúvidas? Envie um e-mail para duvidas.spcine@gmail.com

2) Durante o processo, você deve topar com alguns dos termos abaixo. Nós explicamos o que eles significam:

AGENTE INDIVIDUAL = PESSOA FÍSICA

É o nosso contato com a proponente. Caso precisemos fazer algum aviso específico sobre o projeto inscrito ou de alguma informação posterior, é com essa pessoa que iremos falar.

Só é possível inscrever um projeto, cadastrando um AGENTE INDIVIDUAL.


AGENTE COLETIVO / INSTITUIÇÃO RESPONSÁVEL = EMPRESA PROPONENTE

A empresa produtora responsável pelo projeto.

A inscrição como AGENTE COLETIVO depende do cadastro de um CNPJ.


3) Para iniciar sua inscrição clique em “Entrar”, ao final desta página, cadastre-se e após criar sua conta clique em “Permitir o uso do meu ID da cultura”.

Baixar o regulamento

Regulamento

Envie um arquivo com o regulamento. Formatos aceitos .doc, .odt e .pdf.

Enviar
{{data.entity.registrationRulesFile.name}}

Tamanho máximo do arquivo: {{maxUploadSizeFormatted}}

0%
evento entre e

Publicado por

Spcine

A Spcine é a empresa de cinema e audiovisual de São Paulo.