Divisão de Formação Artística e Cultural

A Divisão de Formação Artística e Cultural (DIVFORM) tem como objetivo provocar e instaurar novas formas de convivência, através da experimentação artística em processos criativos emancipatórios, da criação de artefatos e de experiências culturais múltiplas, contribuindo para a potencialização de uma rede cultural descentralizada e integrada.

Site: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/dec/formacao/

Email: divform.midias@gmail.com

Telefone Público: (11) 3397-0167

Endereço: Av. São João 473 - são paulo. 6º andar

CEP:

Logradouro:

Número:

Complemento:

Bairro:

Município:

Estado:

Zona: Centro

Subprefeitura: SE

Distrito: REPUBLICA

Descrição

A Divisão de Formação Artística e Cultural (DivForm) tem como objetivo provocar e instaurar novas formas de convivência, através da experimentação artística em processos criativos emancipatórios, da criação de artefatos e de experiências culturais múltiplas. Desta forma, contribui para a potencialização de uma rede cultural descentralizada e integrada, fomentando relações de alteridade na cidade.

A DivForm coordena e implementa as ações do Programa Vocacional e do Programa de Iniciação Artística (PIÁ). Também integra a DivForm a Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA) localizada no Parque Lina e Paulo Raia na zona sul da cidade. Os programas Vocacional e PIÁ acontecem por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura (SMC) e Secretaria Municipal de Educação (SME). Essas ações acontecem em equipamentos culturais e espaços públicos na cidade, articuladas a ações locais e envolvendo a comunidade e seu entorno.

Além dessas ações, a DivForm atua na formulação e articulação de políticas de formação artística e cultural intersetoriais e em parcerias com instituições culturais e coletivos, promovendo seminários - “Fórum de Ação Cultural” e “Encontro Processos Artísticos, Tempos e Espaços” - e publicações especializadas - “Vocare”, “Piapuru” e “EMIA em Revista”.

Atualmente os programas da DivForm atendem um público diverso, são mais de 7.000 atendidos em cerca de 100 pontos distribuídos em todas as regiões da cidade. São crianças, jovens, adultos e idosos que participam de modo continuado das atividades.

O Programa Vocacional foi criado em 2001 como Projeto Teatro Vocacional no extinto Departamento de Teatros da SMC - atual Departamento de Expansão Cultural. O Programa Vocacional promove e estimula a atividade artística nas linguagens de artes integradas, artes visuais, dança, literatura, música e teatro através da formação e orientação de grupos e turmas. O Programa Vocacional é aberto a todos os interessados maiores de 14 anos.

O PIÁ, por sua vez, tem como objetivo estimular processos criativos e promover a iniciação artística através da integração das linguagens de artes visuais, dança, literatura, música e teatro. O PIÁ atende crianças de 5 a 14 anos desde 2008 em CEUs, Centros Culturais, EMEFs e Bibliotecas.

A Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA) há mais de 32 anos promove uma aprendizagem baseada no fazer artístico, na criatividade, expressividade e no respeito pelas diferenças e divergências culturais para crianças de 5 a 12 anos. Isso é realizado através de uma metodologia própria, inovadora e em constante integração com as linguagens de Música, Dança, Teatro e Artes Visuais.

Entre os projetos especiais, a Divisão desenvolve para o público de 5 a 14 anos, em parceria com o Arquivo Histórico e o Centro de Memória do Circo da Secretaria Municipal de Cultura, as oficinas do projeto Ludocidade. O projeto Ludocidade implementado em 2014 nos CEUs busca criar um ambiente de experimentações artísticas e interações culturais com a cidade a partir de encontros que valorizam a alteridade e expressividade de crianças em processos criativos em Fotografia e Circo. Nos encontros, as crianças tem a possibilidade de experimentar modos de produção, num primeiro contato com práticas artísticas a partir do fazer, da troca livre de ideias e da vivência de repertórios e acervos específicos, dialogando com os artistas educadores e com o imaginário sobre o território e a cidade.
evento entre e